6 de fevereiro de 2009

Volta Redonda: Reserva Estratégica de Água


O Parque Natural Municipal Fazenda Santa Cecília do Ingá, localizado próximo ao Bairro Santa Cruz, em Volta Redonda, pode ser restaurado e transformado em uma reserva estratégica de captação de água. A ideia surgiu durante audiência pública convocada pela vereadora Neuza Jordão (PV) – atual presidente do Legislativo - em dezembro do ano passado para debater a situação do rio Paraíba do Sul após o acidente ecológico provocado pela empresa Servatis, de Resende. Preocupado com as consequências do vazamento de produtos químicos, o integrante do PV e funcionário da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Sílvio Alves apresentou a sugestão do município criar uma captação alternativa de água. Alves afirmou que a ideia de se construir uma captação de água no Parque do Ingá é antiga, mas ganhou relevância após o acidente ambiental ocorrido em novembro de 2008, em Resende. 

- Apresentamos este projeto na audiência pública realizada na Câmara de Volta Redonda ano passado por Neuza. Após o término da audiência criou-se um grupo de trabalho e fomos, acompanhados do diretor do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), Paulo Cezar de Souza e da vereadora apresentar o projeto ao prefeito Antônio Francisco Neto (PMDB), que o considerou tão importante que uma das primeiras ações do seu governo foi assinar um decreto criando o grupo de trabalho - afirmou.

Alves lembrou que a primeira captação de água da cidade de Volta Redonda foi no Parque do Ingá. Com o crescimento da cidade, foi preciso captar água do Rio Paraíba do Sul e a captação antiga foi suspensa. “Sozinha, essa fonte não seria capaz de abastecer Volta Redonda, mas seria uma alternativa em caso de acidentes ambientais. Por isso, a importância de dragá-la e recuperar a mata ciliar”, explicou, destacando ainda que o local é a maior reserva ecológica municipal da região, com 211 hectares e é pouco conhecida pela população. 

Apoio do Legislativo 

A presidente da Câmara disse que o Legislativo considera vital a iniciativa e vai apoiar o projeto. - Volta Redonda vai ganhar um parque restaurado, uma nova alternativa em captação de água. Poderemos, com isso, associar turismo ecológico à maior qualidade no serviço de água. O desenvolvimento sustentável é o que buscamos - destacou Neuza.
Fazem parte do grupo que prepara o relatório, além de Sílvio e do Diretor do Saae, Paulo Cezar de Souza: Carlos Amaro (secretário de Meio Ambiente), Luiz Carlos Rodrigues, o Imperial (coordenador da Vigilância Sanitária), Antar Nader (procurador do Saae), Carlos Macedo Costa (secretário de Administração) e Patrick James Kent (engenheiro do Saae).

1 comentários:

Anne disse...

Olá Raquel!!

Tem um selinho esperando por vc lá no Verdades e Variedades. Vc foi indicada para o selo blog de ouro. Pegue seu selinho lá. Abraços!

Postar um comentário