27 de setembro de 2009

Brechós e Sustentabilidade

Reduzir, Reutilizar, Reciclar!
por
Mariana
Área 51 Brechó










Hoje quero falar um pouco sobre a sustentabilidade e o papel dos brechós nessa cadeia enorme que vai da produção de uma peça têxtil até o seu descarte.

No Brasil ainda não existem dados, mas vocês sabiam que na Inglaterra todos os anos UM MILHÃO DE TONELADAS de peças de roupas são descartadas no lixo? Isso mesmo, uma grande quantidade de peças simplesmente são jogadas fora e, acreditem, 80% delas ainda em condições de uso. A roupa jogada fora se acumula em aterros sanitários, margem de rios, etc, aumentando ainda mais a poluição.

O que fazer diante disto?

Para que haja sustentabilidade é preciso estar atento a três regrinhas básicas: reduzir, reutilizar e reciclar!

É essencial que cada um de nós reduza a quantidade de lixo/desperdício produzido. Como? Ao invés de simplesmente jogar alguma coisa fora, pense bem se a lixeira realmente é o destinatário final necessário. Como saber isso? Simples! Você pode reutilizar esta coisa?

Reutilizar, como a bem palavra diz, é usar novamente. Por exemplo, uma blusa que você usou duas ou três vezes e não gosta mais pode vir perfeitamente para um brechó. Alguém pode querer uma igualzinha e, ao invés dela ir para no próximo caminhão de lixo, pode ir para o armário de alguém. Quer outro exemplo? As caixas de papelão que você recebe encomendas em casa podem servir para levar outras encomendas, não havendo necessidade de comprar outras e aumentar ainda mais a quantidade de papel descartado.

E se não der para reutilizar? Reciclar é a resposta. Preste atenção no material usado na elaboração do objeto. A Melissa, por exemplo, é feita de PVC. O PVC é 100% reciclável. Portanto, se você tiver certeza de que vai jogar uma Melissa fora, jogue no lixo seletivo. Desta maneira você garante que ela vai ser reciclada e não vai ser mais um objeto a poluir o ambiente.

Mas e as peças feitas de tecido? Como fazer para reciclar? Se a roupa não tiver realmente outro destino a não ser a lixeira, considere dar outro fim para ela. Que tal fazer pano de chão? Ou quem sabe usar para fazer retalhos... Lembra das caixas de papelão que você recebe e não sabe o que fazer? Encape com retalhos e use para guardar e organizar as coisas na sua casa.

Se mesmo assim ainda sobrar muita roupa que precisa ir para o lixo, considere a possibilidade de levar para uma cooperativa de reciclagem. Os tecidos são reciclados para produzir diversos outros produtos.

Se você compra e vende em brechó, parabéns! Está ajudando a construir um ambiente mais limpo e sustentável!

Diga não ao descarte! Vamos reutilizar! ;)

2 comentários:

Cessel disse...

É inaceitável que no Brasil as pessoas joguem roupa no lixo. Num país que muitos não tem nem o que comer, ter o que vestir é luxo. Chega a ser desumano jogar uma peça de roupa no lixo invés de encaminhá-la para caridade.

Cintia disse...

Adoro a ideia dos brechós. Por aqui o que se tem feito são os bazares, onde se vende a roupa a preços mega acessíveis (1,00 a 5,00) em comunidades carentes.
Também é uma forma de reaproveitar.
; )

Postar um comentário